Nova aplicação de entrega do IRS com bugs – Aconselha-se aguardar pelo dia 15 de Abril

Written by Escritas e Negócios on . Posted in Uncategorized

Entretanto, com o prazo legal de entrega já em curso e com pelo menos meio milhão de declarações já submetidas, vão surgindo os problemas, as indisponibilidades de serviço e a informação de que a aplicação deverá conter ainda vários bugs, tão típicos em software muito recente. Se as indisponibilidades de serviço são justificadas pela forte procura, ou seja um grande volume de contribuintes desejosos de despachar a sua obrigação declarativa (e, provavelmente, procurando assim antecipar o recebimento do reembolso de IRS a que tenham direito) e se resolvem com alguma paciência, os bugs podem ser mais preocupantes.

A relatos que, por exemplo, o simulador interno à aplicação apresenta falhas que estão a deixar preocupados muitos contribuintes mas há ainda indicações de outros situações onde a aplicação parece não ter previsto todos os casos possíveis de complexidade fiscal.

Em declarações à comunicação social, a bastonária dos contabilísticas certificados recomenda aos seus associados e aos contribuintes em geral que aguardem até 15 de abril para procederem à entrega das declarações reduzindo assim a possibilidade de virem a ser afetados pelos bugs, esperando-se que, por essa altura, a grande maioria, se não a totalidade, já tenha sido identificada e ultrapassada.

Recordamos que já não seria a primeira vez em que quem entregou a declaração nos primeiros dias (ou até mesmo um pouco antes, quando o sistema o permite) sairia penalizado em termos de prazo de receção do reembolso, vendo a sua declaração “pendurada” num lote de contribuintes que teve de aguardar que fossem ultrapassados problemas de registo que ocorreram apenas nos primeiros dias.

Não sabemos se será o caso este ano, sabemos que até ao momento não há nenhuma indicação oficial nesse sentido mas fica a dica, se ainda não entregou o IRS, talvez aguardar mais uns dias não seja má ideia.

Não se esqueça que tem até 31 de maio para entregar a declaração anual dentro do prazo.

Continuaremos a acompanhar este tema durante a campanha de IRS 2017.

Partilhe com os seus amigos

Deixe o seu Testemunho